Hipoclorito de sódio versus clorexidina na irrigação endodôntica

  • LIGIA CRISTELLI PAIXAO
  • KATIA MELO MALTOS
Palavras-chave: Tratamento do canal radicular. Irrigantes do canal radicular. Hipoclorito de sódio. Clorexidina.

Resumo

A irrigação do sistema de canais radiculares é um passo fundamental para o sucesso do tratamento endodôntico radical, pois facilita seu debridamento e antissepsia, auxiliando na limpeza de áreas que não foram diretamente instrumentadas, devido à sua complexa anatomia. Contudo, ainda não há disponível no mercado um produto que englobe todos os requisitos de uma solução irrigadora ideal. Dentre as soluções irrigadoras mais utilizadas atualmente na terapia endodôntica, encontram-se o hipoclorito de sódio e a clorexidina. Esta revisão de literatura teve como objetivo discutir as propriedades dessas substâncias, suas indicações, vantagens e desvantagens, para auxiliar o profissional na escolha desses irrigantes. Concluiu-se que, tanto o hipoclorito de sódio quanto a clorexidina, apresentam vantagens como irrigantes endodônticos, contudo um não é capaz de substituir o outro. O hipoclorito de sódio corresponde à solução irrigadora de maior indicação na prática endodôntica, apresentando o maior número dos requisitos desejados. No entanto, mais investigações são necessárias na busca de um irrigante endodôntico ideal.

Publicado
2018-09-20
Como Citar
PAIXAO, L., & MALTOS, K. (2018). Hipoclorito de sódio versus clorexidina na irrigação endodôntica. REVISTA DO CROMG, 17(1). Recuperado de http://revista.cromg.org.br/index.php/rcromg/article/view/25
Seção
Artigos