Utilização da subtração radiográfica digital na proservação de dentes tratados endodonticamente

relato de caso

  • EMANUELLE FATIMA FERREIRA
  • OLIVIA SANTOS SILVEIRA
  • HELCIO ROGERIO LOPES
  • FLAVIO RICARDO MANZI
Palavras-chave: Diagnóstico Diferencial. Radiografia Odontológica. Endodontia.

Resumo

Introdução: a subtração radiográfica digital possibilita visualizar alterações ósseas ou dentárias, entre duas radiografias padronizadas. Nos casos de dentes com lesões periapicais para diagnóstico precoce, diagnóstico diferencial, ou mesmo uma indicação de terapia cirúrgica, essa técnica permite visualizar alterações na densidade mineral na ordem de 5%, o que é muito abaixo dos 30 a 60% necessários para a visualização nas radiografias convencionais. Relato de Caso Clínico: o paciente apresentava uma lesão periapical no segundo pré-molar superior do lado esquerdo, com contornos bem delimitados e circundados por um halo radiopaco. O tratamento instituído para o  caso foi o retratamento endodôntico e após seis meses foi realizada uma radiografia de acompanhamento na qual foi possível visualizar a neo-formação óssea. Conclusão: a utilização da subtração radiográfica digital foi fundamental para a visualização do reparo ósseo de forma qualitativa e quantitativa.

Publicado
2018-09-20
Como Citar
FERREIRA, E., SILVEIRA, O., LOPES, H., & MANZI, F. (2018). Utilização da subtração radiográfica digital na proservação de dentes tratados endodonticamente. REVISTA DO CROMG, 17(1). Recuperado de http://revista.cromg.org.br/index.php/rcromg/article/view/29
Seção
Artigos